Clinica Imune

Hoje, no Brasil, o câncer de colo do útero é o 2º que mais mata mulheres entre 20 e 49 anos.

Cerca de 99% dos casos são causados pelo HPV.

Você pode se vacinar contra cânceres e infecções causadas pelo HPV.

Para o seu futuro, escolha a prevenção com:

Belém-PA

Av. Visconde de Souza Franco, 776 – Boulevard Shopping – Lj 251 – Reduto

Seg a Sáb:

08h às 20h

Domingos:

Fechamos

Marabá-PA

Av. Itacaiúnas, 1756 – sala 101 – Novo Horizonte

Seg a Sáb:

08h às 12h/14h às 18h

Domingos:

Fechamos

Parauapebas-PA

Cidade Nova: Rua B , 328 – Cidade Nova

Seg a Sáb:

08h às 18h

Domingos:

Fechamos

Parauapebas-PA

Cidade Jardim: Rua dos Ipês, Quadra 119 – Lote 03, s/n – Cidade Jardim

Seg a Sab:

08h às 12h/14h às 18h

Sábados:

8h às 12h

O HPV é mais comum do que você imagina

O hpv é um vírus com elevado risco de contágio ao longo da vida.

O que está esperando?

Não é apenas uma vacina, é um investimento na sua saúde e no seu futuro. É a sua chance de proteger não apenas você, mas também seus entes queridos.

Estima-se que a vacinação ajude a salvar de 3,5 milhões de vidas por ano.

Não é apenas uma vacina; é um investimento na sua saúde e no seu futuro. É a sua chance de proteger não apenas você, mas também seus entes queridos.
O uso adequado de preservativos diminui o risco de exposição, mas não elimina a possibilidade de infecção por um dos tipo do HPV. Portanto, a prevenção de infecções pelo HPV deve combinar vacinação e avaliação médica regular

85 países e nações, 44% do total mundial, implementaram a vacinação contra o HPV.

Saiba como se prevenir

Veja quais são os principais métodos para se prevenir

Educação

A educação é fundamental para entender e proteger crianças e adolescentes de certos tipos de câncer e outras doenças relacionados ao HPV, que podem aparecer em momentos posteriores das vidas delas.

Vacinação

O objetivo da vacinação é induzir imunidade sem que o corpo tenha que entrar em contato com os causadores das doenças. Quem não foi vacinado fica exposto desnecessariamente a doenças preveníveis por vacinas.

Preservativos

O HPV afeta pessoas de todos os gêneros, e o modo mais comum de contágio é pela via sexual. Por isso, é muito importante o uso adequado de preservativos, internos ou externos, em todos os contatos sexuais.

Fique protegida!

Não é apenas uma vacina, é um investimento na sua saúde e no seu futuro. É a sua chance de proteger não apenas você, mas também seus entes queridos.

O que você precisa saber

Sua dúvida pode estar entre as mais frequentes.

A sigla HPV corresponde a um conjunto de vírus chamado papilomavírus humano. Os HPV são vírus sexualmente transmissíveis que infectam pele ou mucosa, provocando verrugas ou lesões que podem ser precursoras de cânceres.

A transmissão do vírus se dá por contato direto com a pele ou a mucosa infectadas, durante qualquer contato sexual (genital-genital, oral-genital e manual-genital), mesmo na ausência de penetração vaginal ou anal.

Há dois tipos de infecções, cada uma com características particulares:
INFECÇÕES CLÍNICAS :
a principal manifestação desse tipo de infecção é o aparecimento de verrugas ou lesões na pele ou na mucosas, causando coceira e/ou irritação. Essas lesões costumam ter aspecto de “couve-flor” e tamanhos variados. Surgem na região genital ou no ânus de ambos os sexos, mas podem aparecer também na boca e na garganta.5,6
INFECÇÕES SUBCLÍNICAS:
não são visíveis a olho nu e não apresentam sinais e sintomas. Apesar disso, essas infecções podem ser de baixo e alto riscos.

Não existem medicamentos que curem ou eliminem o vírus, mas há tratamentos para as lesões causadas por ele. A prevenção deve ser feita através da vacinação e uso adequado de preservativos, internos ou externos.5 Na maioria dos casos, o vírus é eliminado espontaneamente pelo próprio sistema imunológico, sem que a pessoa infectada apresente qualquer sinal ou sintoma. Em algumas pessoas, o vírus pode permanecer inativo e se manifestar apenas quando o sistema imunológico estiver mais fragilizado.

Ginecologistas, urologistas e proctologistas podem tratar pessoas infectadas pelo HPV. Outras especialidades médicas podem ser indicadas após análise de cada caso.